Angola

Evento Mesa Redonda – Como Vencer em Angola

Select1_Fotor_Collage2

No passado mês de junho o Banco Zachodni WBK e a Expandglobe organizaram uma mesa redonda com o título “Vencer em Angola, a abordagem para uma Liderança de Topo”. Este foi um dos maiores eventos já organizados em Varsóvia sobre o potencial de negócios e sobre as oportunidades de negócios em Angola. Mais de 30 executivos demonstraram o seu interesse nas ideias partilhadas pelo Banco Zachodni WBK, pela Expandglobe e pela Asseco sobre as oportunidades e estratégias para ser bem sucedido em África e mais especificamente, em Angola.

O interesse crescente sobre o mercado de Angola segue o rápido desenvolvimento económico de África e em particular deste país. No mesmo seguimento, o Governo Polaco iniciou também um programa de promoção das oportunidades do mercado Africano, denominado Go África, cujo objectivo é o de diversificar as relações comerciais polacas e reduzir a sua dependência da Europa. Angola é a terceira maior economia da África Subsaariana, o segundo maior país produtor de petróleo, e está entre os 10 países com as maiores taxas de crescimento de PIB do mundo. O seu PIB per capita apresenta o crescimento mais rápido em África e o país claramente a encaminhado para um rápido desenvolvimento, financiado pelos seus vastos recursos naturais e pela sua forte indústria petrolífera. Na verdade, nenhum outro país Africano apresenta tal nível de recursos disponíveis per capita para investir no desenvolvimento económico como Angola o faz. Com 50% da sua população com uma idade inferior a 18 anos, é esperado que o país dobrar a sua população em 20 anos.

Com o seu programa de desenvolvimento de grandes infra-estruturas e devido à necessidade de especialistas estrangeiros, know-how e apoio, Angola precisa de parcerias fortes e está realmente à procura de novos Países-Parceiros que queiram co-investir e desenvolver o país em conjunto. A Polónia está particularmente bem posicionada para representar este papel e foi escolhida pelo Governo Angolano como um dos principais parceiros para promover negócios. Setores como o alimentar, agrícola, de maquinaria, a indústria mineira, a produção de energia, as TIC e o corrente modelo de distribuição estão entre as áreas onde existem maiores oportunidades para o desenvolvimento de parcerias que correspondam aos interesses comerciais de ambos os paíse, Polónia e Angola.

Estão ainda programadas para este ano outras sessões de mesa-redonda e missões empresariais a Angolano no âmbito da cooperação entre o Banco Zachodni WBK e a Expandglobe.

Recomendações Chave para abordar Angola

  1. Trabalho de Casa – É um mercado muito competitivo, tem práticas diferentes das ocidentais e por isso precisa ser bem compreendido antes de se tomarem decisões. As empresas melhor preparadas poderão colher os maiores retornos.
  2. Compromisso de nível Senior – Angola ainda tem um processo de tomada de decisão vertical. De forma a poder abordar corretamente e de forma séria a gestão de topo das empresas angolanas, as empresas polacas devem investir na colocação de gestão de topo no próprio mercado.
  3. Oferta Integrada – é necessário compreender toda a cadeia de valor e oferecer uma solução integrada. Muitas empresas entram emAngola com soluções que não possuem uma abordagem integrada às necessidades locais do mercado e uma compreensão das dinâmicas locais.
  4. Modelos de Financiamento – para projectos de investimento ou para grandes projectos de abastecimento, é preciso compreender bem as modalidades de financiamento que podem ser prestadas pelos bancos aos parceiros locais. Isso pode ser crucial para diferenciar a robustez da solução ou do pacote oferecido ao mercado.
  5. Visão para um Compromisso Sustentável para com o mercado – o comércio é uma opção viável para começar, mas Angola reconhece as empresas que se comprometem a contribuir para o desenvolvimento do país com projetos estruturais.
  6. Networking and Parcerias – oportunidades e informações só podem ser acedidas através de contacto local, conversando com as pessoas e conversando com pessoas. Não há relatórios de mercado facilmente acessíveis, pelo que é preciso manter uma mente aberta para entender e avaliar as oportunidades disponíveis e tomar decisões corretas. 

Esta peça é uma contribuição da Expandglobe

By : admin /July 03, 2014 /Angola, Insight /0 Comment Read More

Missão de Negócios em Angola

Pic-BusMission-Angola

Na figura (da esquerda para a direita): Membro do Parlamento Polaco, Sr.Killion Munyama, Sra. Vanessa Silva (Firma de Advocacia Miranda Correia), Sr. David Valente (CEO da Expandglobe). Oradores da Conferência organizada pelo Banco CaixaTotta (Grupo Santander).

 

No final de Março de 2014, esteve presente em Luanda uma delegação de empresas Polacas, cujo objectivo foi o de promover relações empresariais com um dos mercados com maior potencial de África: Angola. A Missão foi organizada pela Câmara do Comércio Central da Polónia e incluiu empresas como a Asseco, Pronar, ZM Tarnow, WCBKT SA e Expandglobe, que apoiou a organização deste evento.

Integrado no projecto Go Africa, a Polónia tem se aproximado de África com o objectivo de desenvolver relações empresariais que venham a reduzir a sua dependência económica da Europa. Angola é a terceira maior economia da África subsariana, o segundo maior produtor de petróleo e detentora de um PIBs com uma das 10 maiores taxas de crescimento no mundo. Com o segundo PIB per capita mais elevado de África, Angola está a atravessar um período de rápido desenvolvimento, potenciado pela sua riqueza em recursos naturais e a sua forte indústria petrolífera. Nenhum outro país africano tem tantos recursos per capita disponíveis para investir no seu desenvolvimento económico como Angola. Com 50% da sua população com uma idade inferior a 18 anos, é expectável que o país duplique a sua população dentro de 20 anos.

Com o programa de desenvolvimento infra-estrutural dependente de especialistas estrangeiros, know-how e apoio financeiro, Angola necessita de fortes parceiros que estejam interessados em co-investir e desenvolver conjuntamente tais empreendimentos. A Polónia está bem posicionada para desempenhar esse papel e tomar parte neste projecto.

David Valente, o CEO Português da empresa Polaca Expandglobe Sp. z oo, que apoia empresas polacas no estabelecimento de negócios em Angola, afirma que “entrar Angola exige uma forte preparação, um forte entendimento do mercado e fortes parceiros locais. Existe um ambiente de negócios competitivo, mas uma vez entrado mercado, tem à sua disposição alguns dos projectos mais rentáveis e lucrativos que possa imaginar para a sua empresa. Angola é uma das maiores oportunidades de negócios no Mundo e a competitividade e know-how Polacos são bem-vindos.”  

Principais recomendações para abordar Angola

1.    Trabalho de casa  – é um mercado altamente competitivo, com práticas distintas das ocidentais, é complexo e precisa de ser compreendido antes de se comprometer recursos. Uma boa preparação pode colher grandes retornos.

2.    Pacote de ofertas  – perceber a cadeia de valor como um todo e providenciar uma solução integrada. Demasiadas empresas abordam Angola com soluções que não se adaptam às necessidades do Mercado local e que não compreendem a sua dinâmica.

 3.    Compromissos Financeiros  – para projectos de investimento é necessário compreender bem as modalidades de financiamento que podem ser prestadas pelos bancos aos parceiros locais, uma vez que isso pode ser essencial para diferenciar a robustez da solução de pacote oferecido ao mercado.

4.    Visão de compromisso sustentável para com o mercado  – Angola não é um mercado para gerar rendimentos no curto prazo – relações comerciais são uma opção viável para começar, mas o grande potencial de lucro é no desenvolvimento de projectos de longo prazo no mercado.

5.    Networking e Parcerias  – sendo as oportunidades e a informação apenas acessível localmente, é essencial reter contactos no mercado e criar relações de confiança com os operadores locais. Uma vez que não existem relatórios de mercado previamente preparados,é necessário compreender e avaliar as oportunidades existentes para tomar decisões corretas.

Fonte: Expandglobe Sp z o.o.

By : admin /April 30, 2014 /Angola, Insight /0 Comment Read More

Angola, a economia do futuro de África

Luanda_Newsletter

A produção de petróleo de Angola é a segunda maior de África e tem vindo a crescer a um ritmo contínuo desde o fim da sua guerra civil em 2002. O seu crescimento económico é esperado que atinja 6.2% em 2013, e 7.3% em 2014, principalmente devido à expansão dos sectores do petróleo e gás e a um programa de investimento público, criado com o objectivo de incentivar uma maior diversificação económica, de forma a ultrapassar a sua crescente dependência económica, particularmente latente nos últimos 3 anos. Angola é a terceira maior economia de África, mas é a que tem maior potencial de crescimento. Muitos prevêem que Angola ultrapasse a África do Sul enquanto a maior fonte energética do continente africano.

(more…)

By : admin /January 23, 2014 /Angola, Insight /0 Comment Read More